top of page
  • Moto Premium

Bajaj inicia operação no Brasil

São 5 concessionárias em SP e três modelos inicialmente, de 160, 200 e 400 cc



A indiana Bajaj, terceira maior montadora de motocicletas do mundo, anunciou oficialmente no último dia 14 de dezembro o início de suas operações diretas no Brasil. As motocicletas, inicialmente três modelos da família Dominar, de 160, 200 e 400 cm3, também serão montadas pela Dafra, dentro do Pólo Industrial de Manaus e credenciando-se às benesses fiscais ali oferecidas.

O diretor-executivo da empresa, o indiano Rakesh Sharma, não quis revelar o montante investido para a instalação no país, reiterando apenas que a empresa goza de boa saúde financeira e que os investimentos necessários serão feitos para a conquista de crescentes fatias do mercado.

A operação de vendas começa com cinco concessionárias, todas situadas dentro de um raio de 100 quilômetros da cidade de São Paulo: há duas lojas na capital paulista (zonas Sul e Oeste), uma em Santo André, uma em Jundiaí e uma em Campinas. Com o início das vendas no Brasil, a Bajaj opera em quase todos os países da América Latina, com a única exceção da Venezuela.



Waldyr Ferreira, country manager da Bajaj do Brasil, assegura que mais quatro estão em fase de credenciamento, para Salvador, Brasília, Florianópolis e Rio de Janeiro. O executivo afirma que o primeiro lote de 200 unidades montadas na Amazônia já está quase inteiramente vendido, e garante que mais algumas centenas de motocicletas estão navegando a caminho de Manaus, desmontadas em caixas.

Os modelos que estão à venda têm preços a partir de R$ 18.680,00 (Dominar 160), passando pela Dominar 200 (R$ 19.637,00) e chegando à versão 400, de R$ 24.200,00. Esses são preços finais, e já incluem o frete, cobrado à parte pelas montadoras líderes de mercado. A marca oferece três anos de garantia sem limite de quilometragem.

As motocicletas têm características técnicas bastante avançadas, tais como motores monocilíndricos bastante potentes para suas faixas de cilindrada (a 160 cm3, por exemplo, é a mais forte do mercado, com 17 cv de potência máxima), suspensões upside-down em todos os modelos e mono-amortecimento traseiro. A Dominar 400 tem 40 cv e a 200, 24 cv.

bottom of page