• Moto Premium

Honda lança touring com mecânica da Africa Twin na Europa

A nova Honda NT1100 traz os motores inline twin para o segmento das grandes estradeiras.


Nova Honda NT 1100 2022
Nova Honda NT 1100, uma touring com chassi e mecânica da Africa Twin

A Honda acaba de lançar na Europa a NT 1100, uma touring com chassi e mecânica da big trail Africa Twin. Com aros 17 nas duas rodas (montando pneus de medida 120/70-17 na dianteira e 180/55-17 na traseira), maleiros e semicarenagens aerodinâmicas, além de um visual completamente diferenciado e associado ao segmento touring, a nova moto vem oferecer uma opção de ótimo desempenho e custo mais acessível aos amantes das grandes tourings, marcadas pela opulência e porte avantajado.

O maior conforto para longas permanências é um requisito do estilo e a aerodinâmica e a ergonomia são bem projetadas, com defletores na parte superior e inferior das carenagens laterais para desviar o vento do motociclista. O para-brisa é regulável em cinco posições de altura e ângulo, permitindo ao piloto adaptá-lo à sua estatura e porte. Os alforjes laterais de série são bem estreitos, mas mantêm uma boa capacidade de carga, com 33 de volume útil na mala esquerda e 32 litros na direita. O top case é opcional de fábrica.

Honda NT 1100 2022 na Europa
O bicilíndrico em linha de 1.084 cc desenvolve 99,3 cv a 7.500 rpm

A Honda NT1100 2022 aplica a mesma mecânica da CRF1100L Africa Twin, o bicilíndrico em linha de 1.084 cc que desenvolve 99,3 cv a 7.500 rpm e o torque máximo de 10,5 kgf.m a 6.000 rpm. Como na irmã mais aventureira, há a opção da transmissão automatizada DCT, de dupla embreagem. O acelerador eletrônico permite a adoção da oferta de três modos de pilotagem, em que a entrega de potência, a intrusão do ABS, do controle de tração e do sistema anti-empinadas (anti wheelie) é diferenciada. Há três modos de pilotagem: Urban (para cidade), Rain (para chuva e situações de pouca aderência) e Tour, para a estrada. O modo User pode ser programado pelo piloto de acordo com seus critérios de pilotagem, peso e condição da pista, e as suas escolhas ficam armazenadas na memória da CPU da moto.

O chassi de berço duplo e a balança traseira de alumínio também são idênticos aos da Africa Twin, mas as suspensões são outras. O garfo dianteiro Showa de bengalas de 43 mm de diâmetro tem curso de 150 mm e permite regulagens de pré-carga, compressão e retorno. Na traseira, um mono-amortecedor da mesma marca (vinculada à Honda) tem regulagens de pré-carga da mola através de manípulo hidráulico remoto.

Os freios Nissin têm na dianteira pinças de quatro pistões com fixação radial mordendo dois discos de 310 mm de diâmetro. Atrás pinça de pistão único com disco de 256 mm.

O painel é uma tela colorida TFT touch screen de 6,5”, com três opções de visualização: a Gold mostra todas as informações numéricas; a opção Silver exibe velocímetro e conta-giros; e a Bronze dá prioridade ao conta-giros. Com conectividade Apple CarPlay, Android Auto e Bluetooth, o painel permite o acesso às funções do smartphone.

Na Europa, a NT 1100 é vendida em três níveis de equipamento: Urban, com top case de 50 litros com bolsa interna, encosto Comfort e bolsa de tanque de 4,5 litros; Comfort, com bancos Comfort para piloto e passageiro, plataformas para os pés e faróis de neblina; e Tour, que reúne os dois pacotes.

Com distância entre eixos de 1.535 mm, altura do assento de 820 mm e peso total de 238 kg (248 kg com DCT), a Honda NT1100 2022 está disponível na Europa nas cores Iridium Grey Matte Metallic (cinza prata), Glare White Pearl (branco perolizado) e Graphite Black (preto fosco).