• Moto Premium

Royal Enfield apoia ONG Onçafari e doa três motos Himalayans

O time da ONG usará as motos para percorrer todo o terreno do cerrado para acompanhar e controlar a evolução dos animais assistidos pela entidade



A Royal Enfield doará três motos do modelo Himalayan para a ONG Onçafari, que atua diretamente no controle e preservação de onças-pintadas, lobos-guarás e outras espécies do Cerrado Brasileiro.

Conhecida por atuar também em outras frentes de conservação como ecoturismo responsável, ciência, educação, reintrodução de animais ao habitat natural e também na conservação de florestas, a ONG Onçafari ganha uma ajuda de peso com apoio da Royal Enfield, permitindo que uma maior cobertura de monitoramento em terrenos sinuosos e de difícil acesso, além da melhoria em realizar as armadilhas fotográficas.

As armadilhas fotográficas (AF’s), também chamadas de câmeras traps, são equipamentos de monitoramento remoto, não-invasivo, e que podem ser programadas para funcionar 24 horas/dia e 07 dias/semana. São amplamente usadas ao redor do mundo em estudos científicos para registrar a movimentação da fauna (doméstica e silvestre) e, muitas vezes, a movimentação humana.

O modelo Himalayan, perfeito para trilhas off road, é a melhor opção de motocicleta para que os colaboradores do projeto possam fazer inspeções diárias em terrenos acidentados e com muitos obstáculos. “O uso das motos nos das novas possibilidades no processo de monitoramento. Montar essas armadilhas fotográficas com as motos é mais rápido do que a pé, tanto para colocar como para tirar as câmeras. São locais de difícil acesso, com muita água, barro, lama, terrenos íngremes, estreitos e as motos vão ajudar a chegar mais facilmente nesses locais”, conta o fundador da ONG, Mario Haberfeld

Para Clevir Coleto, Gerente de Marketing da Royal Enfield do Brasil, a doação das motos é uma maneira da Royal Enfield apoiar uma ONG tão importante para o ecossistema nacional “A Royal Enfield é uma marca que está sempre antenada com as iniciativas sociais e achamos muito importante apoiar esse projeto da Onçafari, que atua tão bem na vasta região do Cerrado nacional”.