top of page
  • Foto do escritorMoto Premium

Royal Enfield traz ao Brasil sua 350 de entrada, líder de vendas na marca no exterior!


Modelo tem ângulo de cáster mais fechado, para uso urbano. Toda em preto, tem cor no tanque; farol redondo e coifas sanfonadas nos garfos.
Modelo tem ângulo de cáster mais fechado, para uso urbano. Toda em preto, tem cor no tanque; farol redondo e coifas sanfonadas nos garfos.

Motor 350 tem 20,2 cv e 2,75 kgf.m de torque
Motor 350 tem 20,2 cv e 2,75 kgf.m de torque

A Royal Enfield começa a vender nos próximos meses a Hunter 350, modelo de entrada na marca, que no exterior é mais barata que Meteor e Classic. A Hunter (caçadora, em inglês) vem em duas versões: a Metro, que avaliamos no lançamento mundial, na Tailândia, com rodas de liga leve, pneus sem câmaras e freios a disco com ABS de dois canais; e a Retro, com rodas raiadas, câmaras nos pneus e ABS apenas na roda dianteira.


A proposta da Hunter não é esportividade. Mesmo assim, surpreende pela agilidade e maneabilidade. Rodamos com ela centenas de quilômetros em Bangkok, em um test ride que incluiu trechos de estrada. Ela é quase perfeita no tráfego urbano, pesado ou fluido. As acelerações são intensas, o motor é responsivo e atende de imediato ao punho direito. O ótimo torque em baixas rotações permite uma tocada com poucas trocas de marcha, mesmo na cidade.


Com a versão Classic Halcyon a partir de R$ 22,4 mil (Fipe, fev. 23), a Royal Enfield Hunter 350 deve chegar com valores finais pouco acima dos R$ 20 mil.


Chassi exclusivo, diferente de Classic e Meteor: viga superior com motor integrado à estrutura. Rodas de 17 polegadas
Chassi exclusivo, diferente de Classic e Meteor: viga superior com motor integrado à estrutura. Rodas de 17 polegadas

Comments


bottom of page