• Moto Premium

Harley lança nova Sportster S com 121 cv nos EUA

Modelo deve chegar em breve ao Brasil com o novo motor Revolution Max, refrigerado a água, e muita eletrônica


Harley-Davidson Sportster S 2021 no Brasil
A nova Harley-Davidson Sportster S deve chegar em breve ao Brasil

A Harley-Davidson apresentou ontem –13/07/21– nos EUA a nova Sportster S 2021, a partir do protótipo Custom 1250 que havia apresentado há alguns meses como um teaser –e que antecipamos aqui. O novo e arrojado modelo tem preço de US$ 14.999 no mercado norte-americano. O modelo utiliza o mesmo motor Revolution Max 1250T da aventureira Pan America, mas aqui com 121 cv (tem 150 cv na big trail).

Harley-Davidson Sportster S 1250 motor V2
O V2 a 60º de 1250 cc fornece 13 kgf.m de torque máximo

O V2 a 60 graus de 1250 cc privilegia a apresentação de energia em baixas rotações, com uma curva de torque que permanece plana através de toda a faixa de potência. O torque máximo é de 13 kgf.m em ambas as versões, a despeito da significativa diferença de potência. A refrigeração é líquida, com dois radiadores frontais.

Essa versão T, de menor potência, tem cilindros, pistões e cabeçotes com mudanças internas, como válvulas menores e dimensões das janelas de admissão e escape do cilindro reduzidas, além do formato de câmara de combustão alterado, o que aumenta a velocidade do fluxo através das câmaras de combustão nas rotações mais baixas e eleva o torque nos baixos e médios giros (em até 10% entre 3000 e 6000 rpm).

H-D Sportster S 1250 2021
Na nova H-D Sportster S, o chassi integra o motor como elemento estrutural

O comprimento e a forma dos dutos de admissão e a caixa do filtro de ar foram também ajustados. Os comandos de válvulas também são exclusivos dessa versão do motor, vem como o comando eletrônico VVT de abertura variável das válvulas.

O chassi integra o motor como elemento estrutural, alterando a arquitetura básica de berço duplo adotada por décadas pela marca norte-americana. A solução reduz peso. Para reforçar em caso de eventuais choques contra obstáculos, lombadas ou valetas, a moto traz um enorme protetor inferior. A Sportster S, apesar de imponente, é surpreendentemente leve para uma Harley: pesa, em ordem de marcha, 228 kg. O pequeno tanque em forma de gota, de apenas 11,8 litros de combustível, ajuda na leveza e no visual esguio e agressivo, mas prejudica a autonomia, por sua baixa capacidade.

A balança traseira tubular de aço em forma de losango tem um bom visual e um design que parece robusto. As suspensões são ajustáveis, com um garfo invertido Showa de 43 mm de diâmetro na frente e mono-amortecedor traseiro também da marca japonesa ajustável hidraulicamente na pré-carga da mola por meio de um manípulo situado no lado esquerdo. O curso das suspensões parece pequeno para o Brasil: apenas 9,1 cm na frente e 5 cm na traseira.

As rodas de alumínio de 5 raios montam pneus Dunlop que estampam o logo da barra e escudo da Harley-Davidson, nas generosas medidas 180/70-R16 na traseira e 160/70-R17 na frente.

Na dianteira, um só disco de freio de 320 mm de diâmetro é mordido por uma pinça monobloco radial Brembo de 4 pistões. Atrás, um disco de 260 mm de diâmetro e pinça de 2 pistões. O ABS é de curvas (Cornering ABS).

A moto tem guidão relativamente baixo para o estilo da marca, e as pedaleiras avançadas parecem impor uma posição curvada e pouco ergonômica, como a das descontinuadas V-Rod. Mas a fábrica oferece um kit que traz as pedaleiras mais para trás, para um posicionamento mais convencional. O assento a apenas 75 cm do chão certamente permite que pilotos de todos os biotipos se ajustem à nova Sportster S. O visual fat é o de uma street fighter, com os escapamentos elevados, assento solo (a moto é monoposto) e uma rabeta elevada ao estilo café racer.

Ainda ousadia na linha Harley, uma Unidade de Medição Inercial (IMU) de seis eixos, incorpora eletrônica de última geração à Sportster S. ABS e controle de tração atuam em conjunto para segurança na pilotagem. A embreagem é deslizante e há o monitoramento da pressão dos pneus no painel. A nova motocicleta traz como equipamentos de série o cruise-control (controle de velocidade de cruzeiro), tomada USB-C para carregar eletrônicos, termômetro ambiente (com alerta de baixa temperatura externa que deve ser pouco útil no Brasil), e um sensor que alerta para a proximidade de outros veículos. No tráfego intenso deve ficar maluco…

A eletrônica e o acelerador sem cabos permite a adoção de cinco modos de pilotagem selecionáveis. Três deles são pré-programados (Road, Sport e Rain) e dois são ajustáveis pelo piloto.

Painel da Harley-Davidson Sportster S 1250cc 2021
O painel é TFT redondo e colorido

O painel é TFT redondo e colorido, com 10 cm de diâmetro tem como instrumento principal o velocímetro digital e um conta-giros em arco. Além das funções de alerta, indica a entrada de chamadas telefônicas pelo celular. Com conexão Bluetooth ao smartphone, permite escolha de músicas e ajustes de volume do som do celular, quando equipado com fones de ouvido. Pode também, através de comando de voz, fazer e receber chamadas. Através do aplicativo da marca (baixado no celular), permite o uso de softwares de navegação, com mapa na tela do painel.