• Moto Premium

KTM 890

Marca austríaca lança big trail 890 no Brasil, em duas versões


KTM 890 2022 no Brasil
A KTM 890 tem desempenho superior no uso fora de estrada

A KTM, depois de diversos sustos no Brasil, parece ter voltado à ativa. Lançou, no final de 2021, a sua primeira big trail de rua no país. Internacionalmente renomada por suas campanhas vitoriosas no enduro, rali e motocross, a marca vinha vendendo apenas as Duke indianas de 200 e 390 cc, nakeds urbanas. O preço –ainda por confirmar oficialmente– é salgado, entre R$ 134,9 mil e R$ 139,9 mil na versão R, maior que o de uma BMW R 1250 GS Adventure Premium, por exemplo, cotada em dezembro de 2021 a R$ 115.705,00 pela Fipe.

KTM 890 no Brasil Versão R
A versão R tem paralama rente ao pneu dianteiro, pneus sem câmara e pode ser equipada com alforges e top case

DUAS VERSÕES

A nova motocicleta é o fino entre as aventureiras de alta cilindrada, com componentes de primeira linha e alta qualidade de acabamento e construção. As duas versões recém-chegadas são chamadas de Adventure no exterior, mas no Brasil, por conta de demandas judiciais pelo nome, requerido por outras marcas, inclusive a Fiat, serão apenas KTM 890 e KTM 890R. Lá fora, há a versão naked 890 Duke.

O motor bicilíndrico em V a 90º (em L) é da família LC8 e desenvolve 106 cv de potência e 10,1 kgf.m de torque, bom rendimento para seus 889 cc. O câmbio é de 6 marchas, com quick shift e a transmissão final por corrente.

O quadro de aço envolve o tanque, centralizado. A balança traseira também é em treliça de aço. As suspensões são da WP, do grupo KTM, e têm 24 cm de curso na frente. As rodas de 21” na frente e 18” atrás são raiadas e calçam pneus com câmaras na versão standard e sem câmara na R.

A se confirmar o preço ventilado no lançamento, as KTM 890 se afastam das rivais naturais BMW F 850 GS e Triumph Tiger 900, ambas na faixa dos 70 mil reais.