• Moto Premium

Nova Street Triple RS chega com visual agressivo

A Triumph lança no Brasil a nova Street Triple RS. O modelo foi apresentado no finalzinho de julho em uma live pela Internet, comandada por Pablo Berardi, instrutor-chefe do Triumph Riding Experience (TRX) e Karina Simões, jornalista especializada e Léo Pereira, empresário e ex-piloto. A Street Triple RS 675 chega às concessionárias custando R$ 54.990,00, em duas cores: Silver Ice (prata) e Matt Jet Black (preta).



O motor triplo de 765 cc vem cheio de moral por ser o único adotado na categoria Moto2, desde o início do ano passado. O motor de competição, embora com alterações tecnológicas, é derivado diretamente da versão disponível para o público. Em 2019, depois das 18 corridas da temporada, foram derrubados 13 recordes de volta mais rápida e 17 recordes de velocidade máxima em vários circuitos, incluindo a maior velocidade já alcançada por um piloto na Moto2, que foi de 301,8 km/h, por Stefano Manzi. Foi a primeira vez que a Moto2 ultrapassou a velocidade máxima de 300 km/h.


O motor adotado pela Street Triple RS ganhou aumento de torque, 9% maior na faixa intermediária de rotações, atingindo pico de 8,05 kgf.m (a 9.350 rpm), graças a ajustes e a um novo escapamento. A curva de potência também aumentou 9% na faixa intermediária, chegando a 123 cv (a 11.750 rpm), tornando a Street Triple RS uma motocicleta agressiva para seu peso. As atualizações do motor incluem um novo escape otimizado para mais desempenho intermediário e nova usinagem, de maior precisão no eixo da manivela, embreagem e balanceador, o que reduz a inércia e diminui a massa do motor.


SOM DE MOTOR TRIPLO


O novo silenciador da Street Triple RS flui mais livremente devido ao sistema de catalisador duplo, reduzindo as emissões. O escapamento conta com uma tampa da extremidade de fibra de carbono esportiva, que oferece um som triplo melhorado e mais distinto. Isso é resultado, ainda, dos refinamentos do sistema de escape e do novo duto de admissão, que, juntos, melhoram a nitidez e a pureza do som, com um equilíbrio mais suave entre o som da entrada e o silenciador.



A caixa de câmbio da Street Triple RS encurtou as relações de transmissão de 1ª e a 2ª marchas, proporcionando desempenho excepcional de aceleração. A usinagem de alta precisão também permite a remoção das engrenagens antifolga, reduzindo a massa e adicionando mais refinamento. Além disso, a Street Triple RS mantém o sistema de embreagem assistida para uma sensação realmente leve, reduzindo o esforço do manete e melhorando o conforto e o controle do piloto.


VISUAL AGRESSIVO



Além dos aperfeiçoamentos técnicos no motor, a Street Triple RS ganhou novo visual, mais agressivo. Os faróis de LED, por exemplo, foram completamente renovados, ficando mais bonitos e eficientes. Eles estão mais brancos, mais visíveis. A DRL, luz diurna, tem design novo, o que aumenta a visibilidade e a segurança. A moto agora traz carenagem nova, mais angular, esportiva e com linhas limpas. A tela e a entrada de ar estão mais pronunciadas, combinando com o design dos faróis. Os painéis laterais, a rabeta e o protetor inferior, entre outros itens, são novos.


A ponteira também foi remodelada em fibra de carbono com o emblema Triumph. Há detalhes aprimorados em toda a motocicleta, como os espelhos, a braçadeira do guidão e acabamentos como o suporte do apoio para os pés do garupa e protetores de calcanhar de metal acetinado, A RS tem o nível mais alto de acabamento de todos as Street Triple. Ela conta, por exemplo, com um novo quadro principal em liga de titânio.


TECNOLOGIA EMBARCADA


A Street Triple RS vem com tecnologia de última geração. O painel TFT, por exemplo, traz o software de conectividade My Triumph, pronto para ser usado com o módulo Bluetooth (opcional). Isso permite a interação com câmera GoPro, com navegação GPS e com o telefone e a escolha de músicas por meio dos botões na tela colorida. O painel também possui esquemas gráficos de segunda geração, em quatro diferentes estilos e cores diferentes. O ângulo da tela pode ser ajustado para a melhor visibilidade de acordo com a altura do piloto.



A moto traz quickshifter para cima e para baixo e cinco modos de pilotagem (“Road”, “Rain”, “Sport”, “Track” e “Rider”), otimizados para o máximo controle do piloto. Esses modos ajustam a resposta do acelerador, às configurações dos freios ABS e do controle de tração e podem ser selecionados durante a condução. O modo “Rain/Chuva”, por exemplo, restringe a potência a 100 cv para maior segurança e controle. A Street Triple RS segue com o acelerador sem cabos Ride by Wire, freios ABS ajustáveis e controle de tração comutável.


RUA E PISTA


A mais leve de sua classe, a Street Triple RS tem relação peso/potência favorável. A suspensão monta garfos dianteiros de pistão Showa de 41 mm ajustáveis, com curso de 115 mm, e unidade de suspensão traseira com monochoque com reservatório à parte Öhlins STX40, ajustável, com curso de roda traseira de 131 mm. Nos freios, traz pinças dianteiras monobloco radiais de quatro pistões Brembo M50 e alavanca de freio ajustável, além de pinça traseira deslizante também da marca Brembo.


Os pneus são os Diablo Supercorsa SP v3 de alto desempenho e última geração da Pirelli, oferecendo desempenho excelente de aderência e estabilidade em pistas de competição e também em vias públicas. Para uma garupa mais confortável, o assento traseiro agora é mais alto do que a geração anterior, proporcionando melhor espaço para as pernas.



36 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

© 2020 MOTO PREMIUM.