• Moto Premium

Royal Enfield revive Classic

Modelo mais tradicional da Royal Enfield é relançado na Índia, com projeto renovado e preço abaixo da Meteor, da qual recebe o novo motor de 350 cc


Royal Enfield Classic 2022
Nova a partir do zero, a Classic manteve o design retrô e a pegada calma de pilotagem

A Royal Enfield parece estar determinada a reescrever seu papel como importante player no mercado mundial de motocicletas. Meses depois do lançamento da Meteor, a marca anglo-indiana aproveita o novo motor de 350 cc, muito mais eficiente sob qualquer ponto de vista do que o de 500 cc anterior, e apresenta a nova geração de sua mais icônica motocicleta, a Classic 500. A nova motocicleta foi projetada a partir do zero, aproveitando da Classic anterior apenas a inspiração visual retrô e elementos de design. Chassi, motor, câmbio, suspensões e freios – com ABS de dois canais– são, entretanto completamente novos, muitos já aplicados na Meteor.

A subsidiária brasileira confirma que o novo modelo deve estar à venda no Brasil brevemente, mas não antecipa quando. Na Índia, onde foi apresentada em setembro e já

está à venda, tem preço abaixo da Meteor 350, que está à venda no Brasil por valores a partir de 20 mil reais.

Classic Royal Enfield no Brasil
Com a mesma “cara” da anterior, a nova Classic mantém a cobertura nas bengalas e para-lamas em aço

A Classic tem origem na Royal Enfield G2 de 1948, mas agora tem modernidade à altura da reputação da versão original. Fabricada desde 2008 na configuração anterior na Índia, a Classic vendeu mais de 3 milhões de unidades.

Com o novo motor, ganhou um desempenho superior, maciez de funcionamento, menos vibrações e melhor performance. O câmbio de 5 marchas tem comportamento exemplar, com engates macios e muito precisos.

O painel de instrumentos é inteiramente novo, com velocímetro de ponteiro e display LCD. O sistema Tripper de navegação através de conexão Bluetooth com o celular está

presente nas versões mais avançadas da Classic 350.

As versões apresentadas são monopostos, com selim ao estilo ciclístico individual, quadro de berço duplo bem ao estilo tradicional da Classic, suspensões mais reforçadas

e pneus mais largos que a versão anterior, que veio para o Brasil na configuração de 500 cc (a 350, a mais vendida na Índia, não chegou a ser importada).

Com potência de 20,2 cv a 6.100 rpm e torque máximo de 2,5 kgf.m a 4.000 giros, a nova Classic pesa 195 kg em ordem de marcha e tem tanque em forma de gota de 13 litros.


60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo