• Moto Premium

Track Day

Atualizado: Jul 21

Por: Alexandre Nogueira


A experiência de pilotar sua moto em um circuito de competições e sob a supervisão de campeões é segura e sensacional, além de contribuir para uma tocada melhor nas ruas.

O track day, que traduzido ao pé da letra significa dia na pista, é um evento esportivo organizado com a intenção de conscientizar seus participantes que existem locais seguros para aperfeiçoar suas técnicas de pilotagem e acelerar suas máquinas no limite.



Há diversos cursos de pilotagem esportiva e com segurança espalhados pelo Brasil, mas os mais tradicionais são mesmo os de São Paulo, no prestigiado autódromo de Interlagos, onde pilotos de várias regiões do país vêm participar, apenas para ter o gostinho de acelerar numa das pistas mais famosas do mundo –e que traz ótimas histórias de duelos entre os mais diversos campeões.

Os cursos são destinados a pilotos com motocicletas acima de 250 cc de cilindrada, que desejam aperfeiçoar suas técnicas de pilotagem, aprender técnicas de condução defensiva, dicas sobre como andar no trânsito e equipamentos adequados para cada situação e até dicas para melhorar a configuração (set up) da motocicleta, que deve ser feita de acordo com cada piloto e sua experiência em duas rodas.

Vale muito a pena investir num curso se você não se sente suficientemente à vontade com as reações de sua motocicleta e vale mais ainda se você já tem experiência e quer conhecer o comportamento da moto na pista, apenas para acumular “horas de voo” e ficar cada vez melhor, e o mais importante, se divertindo.

Em São Paulo, há track days de pilotos campeões e renomados como os do Cerciari, Leandro Mello, Geraldo Simões, mais conhecido como Tite, e Bruno Corano, ministrados com aulas teóricas e práticas no autódromo de Interlagos, ECPA em Piracicaba, Velocitá em Mogi Guaçu e até mesmo no reservado autódromo da Fazenda Capuava, em Indaiatuba, na região de Campinas. Para o motociclista do Sul do país, há dois track days com campeões no Paraná o do piloto Murilo Colatreli, ministrado no autódromo de Londrina, e o do Fábio Peasson, ministrado no autódromo de Cascavel, no norte do Estado.


“Aprender a usar o limite da moto sem riscos, a força que deve ser aplicada durante a frenagem, como atacar a curva e aplicar o pêndulo, e como se portar em caso de emergência são os principais focos de interesse dos principiantes em motos superesportivas. No final do dia de treinos, eles se sentem mais à vontade com suas máquinas e adquirem mais confiança para conduzi-las no limite, com segurança”, explica o piloto multicampeão brasileiro Fábio Peasson, instrutor-chefe do Day os Racer Peasson, em Cascavel.

Os alunos começam os treinos na expectativa de andar forte, mas aos poucos vão se soltando e adquirindo mais confiança, até que no fim dos treinos cada um sabe um pouco mais sobre as reações de sua motocicleta e seus próprios limites de condução.

Acima de tudo, por melhor e mais experiente que seja o piloto, a regra número um é respeitar a motocicleta e o seu limite pessoal, sem abusar da sorte, e praticar uma tocada responsável, respeitando não só a si mas ao próximo, pois o risco de acidente envolvendo outros veículos é algo presente e pode ser fatal.

Pilotar com responsabilidade e consciência é fator preponderante quando o assunto é alta velocidade e aí a atenção deve ser mais que redobrada, conclui Peasson, que atua com a esposa, Cris, na estrutura e organização do evento.

Portanto, é só ficar ligado no calendário de cada um dos track days, preparar seus equipamentos e fazer uma revisão na motocicleta, verificando pastilhas de freio, tensão e lubrificação da corrente e calibragem adequada dos pneus.

Depois é entrar na pista e se divertir com a adrenalina da alta velocidade, num lugar apropriado e com segurança.



10 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

© 2020 MOTO PREMIUM.